Dois

Dividimos a mesma cama. Aquela em que acordamos juntos todos os dias, em horários diferentes. Compartilhamos o mesmo teto. Paredes feitas de muito mais que tijolos e concreto. Levamos por aí as mesmas incertezas, os mesmos sonhos, os mesmos desejos, virando as páginas dos dias. As nossas escovas de dentes repousam no mesmo local – e gosto de pensar que, talvez, elas fiquem a namorar quando estamos ausentes. É como se carregássemos um ao outro pela vida, sem perceber, sem notar, sem reparar o que nos une, enquanto escolhemos a próxima música a tocar no caminho para o trabalho e ficamos a cantarolar juntos. Quando o sinal fecha, os nossos sorrisos se encontram. Lá pelas tantas, caminhamos de volta para casa no mesmo compasso, de mãos dadas, parando um instante para ver o nosso reflexo em uma vitrine de loja qualquer. Ao entardecer, eu entrego as chaves de casa e, no final de mais um dia, você diz que me ama e me abraça com o mesmo coração acelerado de sempre.

Anúncios

Publicado por

Chico

33, perdas & danos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s